Notícias do Futuro: FIFA escolhe Jamaica para sediar Copa do Mundo 2040, após duas edições nos EUA

FutuNews

hempadao 12 junho, 2015

O novo colunista do Hempadão tem o poder de fumar um e acessar as Noticias do Futuro. Enquanto aperta um, ele escreve na piteira a data certa do acontecimento. Hoje estamos em 03 de Março de 2026. E o relato a seguir corresponde ao noticiário da época:

A Fifa escolhe a Jamaica como país sede da Copa do Mundo de 2040. Após sucesso das edições esportivas no Catar e Rússia, a organização comandada por Joseph Blunt chegou a decisão do país que sucederá os dois mundiais nos EUA após considerar Holanda e Uruguai.

"O mundo inteiro agora está legalizado, queremos transformar o futebol em um esporte da massa novamente", disse em entrevista o executivo da FIFA que defende a mudança do material da bola de futebol para cânhamo, como já é feito com chuteiras e meias do futebol europeu.Desde a década de 20 a Copa do Mundo tem perdido adeptos para Copas da Maconha que acontecem pelo mundo todo.

A ilha da Jamaica foi escolhida para sediar um dos maiores eventos do planeta principalmente pela referência ao Bob, que facilitou a vida dos boladores de mascote. "O primeiro mascote de dreads da história, isso é demais", garantiu Ierah Marley, neta do ídolo do reggae e responsável pela identidade visual do evento. "Sem falar que vovô era muito fâ de futebol", completou.

Desde o escândalo de corrupção que proibiu o consumo de wisky nas reuniões da FIFA, em 2018, o número de executivos maconheiros vem crescendo. Da mesma forma, o esporte tem aberto muito os olhos sobre o assunto maconha depois que a liga americana de futebol se tornou uma das melhores do mundo com dinheiro gerado pelo milionário mercado da erva. O poder financeiro é o motivo pelo qual as duas próximas edições da Copa serão em solo norte-americano.

Ao invés do tradicional hino, cada seleção será representada por uma canção de Bob, tocada no início da partida. Essa é uma das ideias mais polêmicas defendida pela organização. Na Jamaica a maconha é descriminalizada desde 2015 e totalmente legalizada desde o ano passado, quando estabelecimentos começaram a vender a droga para turistas.

O presidente da Ilha, Samuel Marley, comentou sobre a copa: "É uma oportunidade para o mundo ver o país com outra percepção que não da erva", disse apesar dele mesmo ser usuário público da cannabis. O evento pode gerar bilhões de investimento em estádios que nunca serão usados.

Para este mundial a grande promessa brasileira é o trio´-técnico Rob-Mar-Le, formado por Robinho, Neymar e Leandro Damião. As duas copas anteriores a edição jamaicana serão realizadas nos EUA, somente nos estados onde é livre o uso recreativo da ganja. Segundo a FIFA, essa foi a melhor forma de agraciar o país que tem levado a ideia de legalização a mundo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina