“Não compre, plante!”

Chapa2

hempadao 14 fevereiro, 2018

Ser usuário de Cannabis no Brasil e não se envolver direta ou indiretamente com o tráfico de drogas é extremamente complicado e em longo prazo praticamente impossível. A única possibilidade de evitar esse vínculo é plantando sua própria Cannabis o que é ilegal no país de acordo com a “Lei de Drogas” número 11.343, de 23 de agosto de 2006.

por S. M. Hermes

Por motivos apenas de logística nunca tive a oportunidade de plantar Cannabis em casa, porém hoje tenho essa opção disponível então cerca de um mês atrás comecei a elaborar meu growroom. Montei uma estrutura simples usando dois compensados resinados, algumas cantoneiras de ferro, quatro aberturas pras portas, alguns parafusos e parte desse feriado de carnaval.

Pra iluminação coloquei três lâmpadas de LED, uma de 30W e duas de 5W, o que equivale a 330W das lâmpadas tradicionais. Pra elaboração do solo tenho utilizados dois compostos de terra vegetal e até então germinei duas sementes de prensado que tão se desenvolvendo num ritmo bem aceitável, mas obviamente ainda sou um mero amador nesse ramo com muito pra apreender.

É necessário melhorar toda a infraestrutura do grow e principalmente adquirir umas sementes de qualidade e assim melhorar a qualidade da produção de Cannabis pro meu consumo próprio. Sendo que minha ideia e objetivo é ser autossustentável em Cannabis dentro do menor tempo hábil e possível — até o final de 2018 acredito que seja um prazo razoável.

Obviamente tenho receio quanto às possibilidades penais que poderiam aplicar-se a minha pessoa com o flagrante da estufa. Porém ainda sim prefiro arcar com essas consequências que poderiam implicar em alguma incomodação com as autoridades locais e provavelmente na prestação de serviços comunitários, do que adiar essa chance de plantar e não comprar.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina