Não seja cego você também

Chapa2

hempadao 7 abril, 2015

por Tales Henrique Coelho

Os últimos dias foram dignos de algum filme sobre uma sociedade que sofre de síndrome ou disfunção coletiva. Teve aprovação da redução da maioridade penal, comemoração pelo aniversário do golpe militar, o assassinato de um garoto de 10 anos pela polícia, entre outras bizarrices.

A solução, segundo o governador do Rio e alguns "especialistas" ouvidos pela imprensa, é a polícia "entrar mais forte contra a criminalidade". Ou seja, aprofundar o que já está dando errado.

imagePor todo lado a ‘solução’ apontada é sempre mais prisão, penas mais duras, mais enfrentamento, mais vigilância, mais polícia. 

Estamos vivendo um momento de cegueira política gigante. Todos querem ser ouvidos, fazer seu protesto, bater sua panela. Muito justo. Mas pra isso deviam aprender a ver as coisas em seu tamanho real e complexo.

Não vêem relação entre a redução da maioridade penal e a morte do moleque de 10 anos. Entre o "despreparo" da polícia e a falta de cidadania dos mais pobres.

Você já parou pra pensar porque nunca tem tiro acidental da polícia em bairro rico?

Será que o motivo não é o mesmo pelo qual o filho do rico é usuário, e o do pobre é traficante?

Violência, Segurança, Política, Polícia, Drogas, Direitos Humanos, Saúde, Educação… Está tudo ligado.

Quem não se ligar nisso vai continuar sendo mais um batendo panela pra maluco dançar. Pedindo prisão de adolescente pra mudar a situação da violência.

E assim continuamos estagnados, quando não regredindo….

Mais sobre o assunto:

http://coletivodar.org/2015/04/no-brasil-politica-de-seguranca-e-prender-e-matar-pobre-para-rico-se-sentir-em-paz/



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina