Maconha e Cárcere – A Polícia contra a Planta

Maconha e Cárcere

hempadao 20 abril, 2013

Hoje é dia internacional da maconha mas é chato ter que relembrar que a realidade nacional atrela maconha à prisão e morte, o tempo todo. Essa editoria vai lembrar semanalmente que cerca de 90% dos resultados de busca quando o assunto é maconha são prisões – sobretudo de gente pobre. Não é assim droga3_620quando se usam termos como marijuana ou cannabis, onde a maioria dos resultados são manifestações artísticas sobre a planta, tutoriais ou ainda notícias sobre a evolução do contexto de libertação da erva. Aqui as mídias de pequeno porte deitam e rolam com a maconha, isso está comprovado no vídeo que fizemos com as apreensões da semena. Leia a quantidade de gente presa nessa insana perseguição e assista o vídeo no final.

A maior apreensão feita pela polícia federal do Ceará aconteceu nessa semana: um carro com a caçamba lotada (foto) de 785 quilos de maconha prensada. O motorista foi preso e confessou que receberia cinco mil reais para fazer o transporte – esse é o nível do criminoso encarcerado.

Outro destaque do noticiário foram os 50 quilos encontrados no aeroporto. A matéria destaca que essa é a terceira apreensão nesta semana da mesma rota, ou seja, já passou muita coisa por ai… e agora a polícia se ligou. A mala completamente cheia de maconha! Nesse momento até os jornalistas ficam entorpecidos, produzindo pérolas como: “A droga foi descoberta depois que as bagagens passaram pelo raio-x, onde foi detectada a droga”. Que droga, mais uma mulher perdeu a vida como mula.

20130419092210512792aEm Ribeirão Preto um maior e um menor foram presos com 500 buchas de maconha.  Vai dizer que analisar todas essas notícias, numa só semana, não nos remete às histórias da caça às bruxas? Mas não, é caça às buchas.

Enquanto isso, nas estradas de Brasília um cara que transportava 350 quilos de maconha bateu com o carro, girou na pista e acertou outro carro de passeio. Resultado: os bombeiros chegaram no local e encontraram a droga. Na estrada também uma blitz achou 70 quilos de maconha que saiu de São Paulo e ia para Ipatinga, mais um transportador foi preso (foto).

Em Guarapari foram dois presos por dois pés. Quatro pés humanos atrás das grades por causa de dois pés da planta. Essa editoria tem o intuito de instigar a compreensão coletiva do quanto a proibição é absurda e isso o noticiário já o faz. Nos EUA não foi peixe pequeno que a polícia pegou. Josh Rosenthal, um dos árbitros mais respeitados do UFC, admitiu que era sócio de um armazém usado para cultivo e comércio da erva. Foram encontradas mais de 1300 plantas, um valor estimado em 12 milhões de reais. Josh aguarda sentença da Justiça Americana e confessou o “crime” para tentar diminuir sua pena. Provavelmente muitos clientes de maconha medicinal perderam sua fonte, que pena.

Em Olinda a situação é outra, um jovem de 17 anos não teve vergonha de dizer que tá começando agora, mas vai trabalhar muito ainda, pois disposição ele tem. Com ele foi apreendido 540 papelotes de maconha, aproximadamente 1 quilo. E no Recife a polícia pegou foi 500 kg de maconha prensada, tendo terminado na prisão de 4 pessoas. E vamos voltar pra Olinda, onde um trio foi preso principalmente pela sequela de um deles, veja só: “Quando prendemos o casal, encontramos fotos de um pé de maconha no celular de Cristiano. Após interrogatório, ele admitiu que a planta estava na casa de um amigo. Fomos lá, na casa de Fernando, na Vila Popular, e achamos a droga e o pé, então o levamos para a delegacia também”.

Em Montes Claros o bizarro da proibição capturou mais uma vida. O motorista de 49 anos queimou um 20 minutos antes de pegar a estrada pilotando sua Fiorino repleta de livros didáticos. Foi parada na blitz, desesperado tentou engolir o tablete de maconha que tinha no bolso, mas não bancou. A polícia sentiu o cheiro, percebeu o desespero e o motorista foi então autuado no artigo 306, que proíbe condução do veículo sob efeito de drogas e pode ter pena agrava pois estava em serviço.

No Sertão de Pernambuco 209 quilos de maconha foram encontrados em uma caminhonete e os dois homens que estavam no carro foram presos, um disse apenas estar pegando carona e o outro que recebeu dois mil reais para fazer o transporte da droga. E mais gente foi presa com maconha no avião. Dessa vez nem foi preciso raio-x, mas sim denúncia anônima, uma mala cheia com 25 quilos  levou um homem à prisão. O destino da erva era de Goiânia para Brasília.

Em Botucatu um homem de 32 anos pilotava um Santana envenenado com 100 quilos de brenfa no assoalho. Quando parado na blitz ele disse que ia visitar a irmã na capital, mas os policiais rodoviários desconfiaram. Agora ele está na cadeia pública de Itatinga e espera até semana que vem, quando será conduzido à Penitenciária.

Todo esse circo de horror também é registrado em vídeo e o Youtube também é testemunha de quanta gente é presa toda semana. Por isso fizemos um vídeo especial compilando todas as prisões. Repare como a função da polícia está cada vez mais voltada à luta contra uma planta. Assista a guerra declarada contra a maconha, “a ervinha do capeta”:



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina