Lutador brasileiro cai no antidoping por uso de maconha

WeedNews

hempadao 17 janeiro, 2016

Parece notícia repetida mas não é. Outro lutador do UFC rodou no exame antidoping por uso de maconha. O alvo da vez foi o brasileiro Diego Brandão, que foi testado após ser finalizado por Brian Ortega no terceiro round no UFC 195, que aconteceu dia 02 de janeiro. 

 

 

“A organização do UFC foi notificada hoje pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA) que Diego Brandão foi informado de uma potencial violação da política antidoping envolvendo Carboxi-tetrahidrocanabinol (“Carboxi-THC”), que é um metabólito de maconha e/ou haxixe acima do limite de 180 ng/mL, decorrente de uma amostra coletada em período de competição após sua luta no dia 2 de janeiro de 2016, em Las Vegas (EUA).”, diz um trecho do documento divulgado pela organização do UFC. 

Nesta semana, o órgão reverteu a punição imposta a Nick Diaz, flagrado pelo uso da droga após a luta contra Anderson Silva, em 31 de janeiro de 2015. O norte-americano havia sido suspenso por cinco anos por ser reincidente, mas após forte pressão popular e diversos recursos solicitados pelo lutador, a pena acabou diminuindo para 18 meses. 

Mesmo com uma eventual pena reduzida, o brasileiro deve ser punido e ficar alguns meses fora da competição. Resta saber se ele rodou por fumar o famoso prensado brasileiro ou um bom bud californiano. Se foi a segunda opção o prejuízo nem foi tão grande.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina