Legalização reduz criminalidade no Uruguai

WeedNews

hempadao 14 janeiro, 2018

O proibicionismo sempre jogou sujo para manter a maconha proibida. Mentiras e mais mentiras foram criadas para sustentar uma lei estúpida. Uma delas diz que a legalização vai ocasionar uma explosão do consumo das drogas atualmente proibidas. Lorota! Ta aí o Uruguai para provar o contrário.

Além de manter o percentual de usuários estável, a legalização no Uruguai proporcionou outro dado importante: a redução em 18% de crimes relacionados ao narcotráfico. O problema inicial das filas para venda nas farmácias autorizadas a comercializar maconha legalmente também ficou no passado.

“Tem sido rápido, agora o sistema trava menos”, disse um usuário que comprava a erva em uma farmácia, em entrevistas para a Folha de São Paulo. Para realizar a comprar é necessário colocar a digital em um scanner conectado à central de dados do governo. Feito isso, o consumidor recebe a maconha.

Com tantos países vizinhos sofrendo com a maconha de péssima qualidade imposta pelo mercado ilícito, o Uruguai vive a pressão pela abertura ao turismo canábico (que é proibido pela legislação atual).

“Passamos a ideia de país vanguardista, e o estrangeiro chega aqui e não pode comprar? Está errado, pois de algum modo ele chegará ao produto, via mercado ilegal, que era justamente o que se queria combater”, diz Eduardo Blasina, diretor do Museu da Cannabis de Montevidéu, em entrevista para a Folha de São Paulo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina