“Legalizando o voto” – Com André Pomba

Não tapa, mas Chapa

hempadao 28 setembro, 2016

“Não Tapa, Mas Chapa – Por Michael Meneses

“O Único Maconheiro do Mundo que Não Fuma Maconha”

EM: “LEGALIZANDO O VOTO” – André Pomba

Músico veterano no Heavy Metal Brasileiro com a banda Vodu, agitador cultural, Editor da Revista Dynamite, DJ, assíduo participante da Marcha da Maconha em SP, militante da causa LGBT entre várias outras ações, falamos de André Pomba, candidato pelo Partido Verde na cidade de São Paulo e quem conversa com a gente em mais uma Edição do Legalizando o Voto!

1 – Quem é o candidato André Pomba (história e propostas) e por que optou pelo Partido Verde?

André Pomba: Bom, eu atuo como militante desde 1979 (quando tinha 15 anos) quanto lutava pela reconstrução da UNE. Passei também pelo movimento sindical e me desiludi com posturas autoritárias dessa esquerda mais retrógrada. Aí passei a atuar como ativista independente nas causas que acredito (liberdades individuais, diversidade, sustentabilidade e cultura). Bom, tenho uma ampla gama de propostas e no meu site tem tudo o que defendo para a cidade de São Paulo e minha biografia.

2 – Existem partidos com nome e ideias iguais e/ou similares as bandeiras do Partido Verde no mundo todo. No Brasil o PV com os anos abandonou algumas ideias iniciais, entre elas fazendo alianças com partidos que por muitas vezes tinham ideias contrarias as ideias ao Partido Verde. Contudo você se mantem fiel ao Partido Verde por vários anos! Como você ver essa situação ao qual o Partido Verde se encontra no Brasil?

André Pomba: Além de ser o partido pioneiro nas causas que defendo (diversidade, sustentabilidade, liberdades individuais – legalização de drogas, direito ao aborto etc), o PV pra mim é o que acolheu melhor as demandas que defendo e que me deu toda possibilidade de crescimento e visibilidade. E como vantagem, o PV ainda tem a capacidade de diálogo com várias forças políticas, sem ficar naquele sectarismo radical entre esquerda e direita, que impede que propostas mais progressistas sejam acolhidas. Evidente que um partido trintão que capilarizou no Brasil todo tem problemas e estamos atentos. Montamos um grupo chamado Renovação Verde, que justamente combate filiados e parlamentares que teimam em não respeitar o estatuto e programa partidário.

3 – Nós do Hempadão sabemos que um vereador, assim como diversos políticos, pouco podem fazer sobre a descriminalização da maconha, mas que todo ser humano pode fazer algo em prol do fim do preconceito e discriminação para usuários de cannabis e outros grupos que sofrem preconceitos de ideias. O que o candidato André Pomba pensa sobre a legalização da maconha?

André Pomba: Sou totalmente favorável à legalização e desde os anos 90 escrevi muitos artigos a respeito na Revista Dynamite que fundei em 1992. Quando estive nos Estados Unidos em 1997, cheguei a ter um contrato na mão pra lançar a High Times no Brasil, porém rolou o lamentável episódio da prisão do Planet Hemp por apologia ao uso de drogas e ficou inviável levar o projeto a frente… Quando fui candidato a deputado federal, deixei isso bem claro como uma das principais bandeiras de luta da minha plataforma. Legalização é o fim do tráfico e de produtos de origem e qualidade suspeita. Também defendo a liberdade de plantio para uso individual e coletivo (cooperativa). Um vereador pode e deve fazer muito para colaborar com a discussão sobre a legalização, incentivando seminários, fazendo audiências e apoiando eventos como a Marcha da Maconha que vou em todos os anos, aliás.

4 – Sua vida publica sempre foi ligada a defesa da Cultura Alternativa, Movimento LGBT, entre outras causas ligadas por muitas vezes esquecidas por outros políticos. Notamos que não existe ou existe pouca força de vontade politica nesta e em outras bandeiras. Poucos candidatos colocam a cara a tapa para defender essas causas. Por que essas bandeiras?

André Pomba: Um amigo meu disse que admira minha luta por juntar tribos e bandeiras antagônicas que pouco dialogam, mas que unidas teriam muito a ganhar, como demonstração de força. Rock, cultura, diversidade, sustentabilidade e a defesa da noite paulistana, para muito são temas menores, ante os graves problemas de uma cidade, mas ter essas bandeiras a frente, não exclui você brigar por uma cidade com melhor transporte, saúde e educação. Pelo contrário, o empoderamento desses temas transversais ajuda e muito a termos uma cidade melhor e mais justa.

5 – Deixe sua mensagem final e diga o por que o eleitor deveria votar em André Pomba para vereador do Município do São Paulo?

André Pomba: Porque eu tenho ficha limpa e um histórico de 30 anos de ativismo urbano em vários flocos. Costumo dizer que minha atuação será focada em 4 itens: Cultura, diversidade, sustentabilidade e a defesa da noite paulistana. Na área de diversidade, quero discutir a criação de casas de acolhida, para jovens e adolescentes que são expulsos ou vítimas de violência em suas casas e pretendo apresentar uma lei anti-discriminação municipal que puna toda forma de preconceito (racismo, machismo, homofobia, transfobia, de origem, contra pessoas com deficiência etc). Dentro da área cultural, pretendo revalorizar as casas de cultura nos bairros, hoje abandonadas; quero cobrar a implantação de um programa de incentivo municipal de cultura; quero efetivar a obrigatoriedade do ensino de música nas escolas e reforçar o caráter de inclusão social através da cultura. Na área de sustentabilidade, pretendo focar na questão do lixo (reciclagem e compostagem), bem como defender com unhas e dentes as poucas áreas verdes da cidade hoje ameaçadas pela especulação imobiliária. Sou coordenador dos Movimentos “Noite Paulistana” e “Em Defesa da Rua Augusta, e vou lutar pelo licenciamento online com renovação automática, apoiar a implantação do projeto São Paulo 24 horas e rever leis que prejudicam o funcionamento de estabelecimentos noturnos. E também buscar a valorização dos profissionais da área (DJs, barmen, hostess etc).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina