Juliana, 22 anos, RS [Candidata 009 – Miss Marijuana 2013]

Miss Marijuana 2013

hempadao 11 novembro, 2013

1) Nome, idade, estado onde mora.

Juliana, 22 anos, Porto alegre – RS

2) Por que você acha que a maconha foi proibida?

A maconha foi proibida por preconceito de racismo e discriminação religiosa. O estado também não tinha conhecimento sobre a canabbis e a maneira mais fácil de tratar de algo que não se tem conhecimento sem admitir que não sabe é proibindo.

3) Trabalha ou estuda? Qual sua área de atuação?

Estou montando um negócio com 3 amigos, um pub com um studio de tatuagem, que esta sendo montado no bairro Cidade Baixa em Porto Alegre. Estudei Design de Moda na universidade FEEVALE em Novo Hamburgo e na Unisinos.

4) Qual sua opinião sobre a legalização da maconha no atual contexto político-social nacional?

Apoio a legalização total da maconha para maiores de 18 anos por diversos motivos! Apesar de saber que não haverá monopolização da maconha pelo estado, a maconha deveria ser regularizada para evitar ao máximo o contato do usuário com o traficante de boca que poderá, em algum desses contatos, oferecer outras drogas mais pesadas. Acredito que assim, cairia por terra o mito que a maconha é a porta para drogas pesadas.

Com a legalização, diminuiria o numero de pessoas que compram maconha na boca. As pessoas passariam a comprar a maconha regularizada, que seria de melhor qualidade, contribuindo com a taxa do imposto, que pode (e DEVE!) ser direcionado para áreas de comum interesse, como saúde, educação e cultura que é exatamente o que precisamos no atual contexto politico no Brasil. A legalização precisa acontecer logo, para que possamos recuperar os milhões ou bilhões que foram investidos na guerra contra o trafico e investir essa grana em escolas, hospitais, e melhorias no país.

Além dos impostos arrecadados dos 642747017401 maconheiros que vao frequentar os Coffee Shops nos momentos de lazer, áreas industriais como a têxtil, cosmética e farmacêutica irão economizar dinheiro usando a cannabis como matéria prima, porque seria uma opção mais barata, muitas vezes de melhor qualidade e algumas vezes a única fonte para o produto que precisamos!

A maconha não mata e dificilmente vicia, diferente do álcool, cigarro, e até açúcar!

Acredito também que com a legalização para maiores de 18 anos diminuiria a procura do pré-adolescente pelo álcool o tabaco ou outras drogas não legais.

Precisa de mais motivos?

5) Como você gosta de gastar a onda?

Depois de fumar um beck eu gosto de ouvir musica, descobrir a solução pra algum problema do mundo e depois esquecer. Quando fumo um com meus amigos eu gosto de dar muita risada, conversar sobre assuntos polêmicos, mudar de opinião as vezes, ver o pessoal andando de skate na pista de skate do IAPI perto da minha casa. Quando fumo com meu namorado gosto de tomar uma cerveja com bastante lúpulo pra acompanhar o baseado, curtir a brisa juntos ouvindo um som e depois preparar uma larica bem boa.

6) Uma boa música para ouvir chapada:

Cada tipo de chapadeira pede um tipo de som diferente, mas eu acho que o som que eu mais escuto chapada é Dig Dig Dig e curto muito ouvir Se liga, também do Planet. Tenho escutado muito Ice Cube “Nothing like L.A.” e to viciada em “Bitch, don’t kill my vibe” do Kendrick Lamar.

7) Por que você quer ser a Miss Marijuana 2013?

Quero ser Miss Marijuana por mais de um motivo:

Não sou o padrão de beleza e fiquei muito feliz quando vi que esse concurso incluía TODAS as meninas maconheiras e não apenas as magras, altas e perfeitas, que são de fato, como eu e muitas outras meninas gostaríamos de ser. Não sei se estou errada, mas quando li o regulamento do concurso não percebi um concurso de BELEZA, eu percebi um concurso que estava incentivando as meninas a expor suas ideias sobre a legalização da maconha, convidando as meninas que gostam de fumar à inclusão, já que a maconheira nunca é retratada como arrumada, cheirosa, feminina e tudo mais.

Estou namorando faz um tempo e meu namorado e eu pretendemos morar juntos até o inicio do ano que vem e quando vi a lista dos prêmios fiquei imaginando os prêmios na sala da minha futura casa e a recepção da hora que vou poder dar aos nossos amigos quando forem nos visitar.

Adoro tattoo, pra mim quanto mais melhor! Amo arte e tatuagem é um dos tipos de arte mais presente na minha vida. Eu não conhecia o BOOM, mas quando vi o site achei bem bacana e adorei o trabalho feito lá. To com 26 tattoos e dizem que da azar ficar em numero par né?

Sou fã do Planet Hemp e aquele kit tá o máximo. Sem puxa-saquismo, é o som que eu mais curto ouvir pra curtir a chapadeira.

Sou apaixonada pela minha vó, que quer muito ir ao Rio para pagar uma promessa feita ao Cristo Redentor, mas não tem dinheiro pra ir. Eu queria presenteá-la mas o salario é pouco. Se eu ganhar, quando eu for pro rio receber o premio eu vou dar um jeito de descolar essa grana pra levar ela comigo, ai ela me faz companhia e visito o Cristo com ela depois pra pagar a promessa.

Eu só to com medo das fotos, porque bato 48729798437924 fotos minhas ate uma sair aceitável, e morro de vergonha!

8) Qual sua opinião sobre as outras drogas?

Não uso nenhuma outra droga ilícita, acho que tudo que e perigoso deve ser monitorado pelo estado para maior segurança e saúde da população.

Não me sinto no direito de opinar no que as pessoas fazem com o corpo delas, desde de que não prejudique ninguém mas fico triste pelas pessoas que se perderam nas drogas pesadas e sei que com a legalização da maconha isso vai diminuir e com o dinheiro dos impostos cobrados na maconha vamos poder ajudar essas pessoas.

Fumo cigarro mas quero muito parar. Meu pulmão é preto :/

Bebo e cerveja é minha paixão, passo horas lendo sobre cerveja, coleciono cerveja e bebo (moderadamente) sempre que posso, ainda mais se for uma que nunca experimentei.

9) Se pudesse escolher, moraria no Uruguai, na Holanda ou prefere esperar o Brasil legalizar?

Eu amo o Brasil e acredito que vai melhorar. Vou esperar a legalização aqui. Quero sentir o gostinho de ver a galera fumando sem se preocupar com a polícia. Quero ver a surpresa naqueles que não acreditavam ou apoiavam e ver o preconceito diminuir cada vez mais.

10) Há quanto tempo acompanha o Hempadão e o que mais gosta no blog?

O vlog uma amiga me apresentou no final do ano passado e volta e meia to assistindo na brisa, mas a pagina no facebook eu curti depois de ter visto um link na pagina do Planet Hemp.

Adoro o conteúdo das postagens e gosto também do layout bem feito e claro (difícil em outros sites e blogs sobre maconha), o blog esclarece duvidas e incentiva a galera a lutar pela legalização.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina