Guerra contra a Erva: 7 apreensões contra 1 destaque positivo

Guerva

hempadao 11 abril, 2015

Pra provar que a guerra não é contra as drogas, mas contra a erva, todo sábado a gente vai dar uma analisada nas notícias que saem no Brasil sobre maconha. Pra começar temos um vexame histórico: 7×1! Sim, oito notícias de apreensão de maconha contra uma sobre os benefícios da erva, tá bom pra vocês?!

A primeira notícia foi positiva, clique para ler se não viu essa aqui no clipadão.

Mas o que se seguiu foram nova fatos de polícia contra substâncias. Duas delas não entraram na nossa contagem porque envolviam crack no título e por isso foram deixadas de lado, mas das nove sobre drogas, sete eram apenas de abordagens contra a Maconha, vegetal que, lembrando… tem poder de destruir células do câncer.

Vamos analisar os causos dessa guerra:

1: O Cão contra o Quilo:

A mídia também ajuda na confusão, mas pelas fotos da notícia não parece ter um quilo de maconha. E o pior é que o Thor trabalhou para achar a droga mas os guardas não conseguiram deter os traficantes, que acabaram fugindo. A guerra é TÃO contra a erva que só a maconha e as pontas foram presas.

2: Palmas pra Apreensão: 

Aqui ninguém é contra o trabalho da polícia. Só achamos que existem crimes muito mais urgentes a se combater, como por exemplo aqueles que lesam alguém! Roubos, estupros, assassinatos e tantas outras atrocidades são combatidas, mas não recebem tanto investimento, efetivo e denúncias quanto a luta vã contra o tráfico e o consumo de drogas. Link da notícia na arte piramidal:

Um homem de 33 anos transportava 23 quilos de maconha de ônibus e na rodovia, devido denúncia, a polícia já estava o esperando. Ele confessou que iria receber mil reais pelo transporte. Foi preso em flagrante por tráfico. Apesar de ter atrapalhado um pouco o desembarque, o agente da lei afirmou que ”após comunicar os passageiros que encontramos drogas no ônibus, fomos aplaudidos”. Alguém vai amargar 5 a 15 anos na prisão por um crime que não oferecia risco algum aos outros passageiros… e ainda rola aplauso. Tá certo.

3: Sempre as Mulas…

Cinco mulas foram presas com 54kg de maconha. O destaque ficou por conta do apelo de um dos agentes da lei:

“Mulheres em ônibus, mala de maconha. Por favor, vocês da imprensa, façam uma matéria pra tentar conscientizar nossos adolescentes daqui do Estado a não seguirem esse caminho de ‘mula’. A chance de ser preso é muito grande”, disse ele sem ser identificado. E completou, sabendo que a procura é grande pelo trabalho: “Temos que mudar o jogo pessoal, senão vai faltar cadeia. Precisamos de escolas”, nisso nós concordamos! Ao invés de gastar com Guerva, que tão recolher impostas sobre a venda da maconha e investir pesadamente em educação?! Porque não!?

4: Dez quilos a menos nas ruas de Porto Alegre

Clique na imagem da maconha equilibrada para ler a notícia.

image

5: Cigarrinho famosos

Foi parar na mídia local! Olha a foto do beque e da trouxinha. Dois assinaram uso e foram liberados. Será que não era melhor liberar o efetivo da Guarda para garantir a segurança do pessoal?

image

 

6: Pique GTA: Não completou a missão, mas fugiu da polícia

Que ideia: traficar num carro roubado. Acontece que o traficante não obedeceu a ordem de parada numa blitz da polícia rodoviária e fugiu, sendo perseguido… quando os homens da lei acharam o carro ele já estava abandonado e o piloto fugido A PÉ! Ao darem aquela conferida no carro acharam 277 kg de maconha. Deu pra empilhar e fazer a foto, com link da notícia:

image

7: Cão contra Meio Quilo

Num passeio de rotina dentro do busão o cão Leopard latiu pro jovem de 28 anos que ficou nervoso. Não deu outra, flagrante na mochila de 500g de maconha. O rapaz já tinha passagem por furto de caixa eletrônico. Vai ver fumando 500g de prensado ele ia ficar tranquilo. Se preso, agora, está matriculado na tal universidade do crime e pode passar até 5 anos atrás das grades.

 

Nós não somos a favor do tráfico nem de traficantes. Tanto que nosso maior desejo é viver em um mundo sem essa necessidade e isso só acorrerá com a legalização efetiva das drogas. Nós também não somos contra a polícia, mas é óbvio que gostaríamos que crimes fossem resolvidos, não portes de uma substância que nunca matou ninguém.

Saldo: Nessas notícias, cerca de 650 quilos apreendidos, muitas pessoas encarceradas e… aí, você se sente mais seguro? Como disse o agente da lei, nesse ritmo “vai faltar cadeia” e aja forno pra queimar tanta apreensão. Como os grandes traficantes nunca são presos, quando uma carga dessas é apreendida, ele comemora, pois sabe que outro alguém virá buscar o fornecimento e ele irá, assim, vender de novo. Quando vamos quebrar essa mamata?! Legalizar é urgente.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina