Governo chileno autoriza o cultivo de maconha para uso medicinal

WeedNews

hempadao 1 novembro, 2015

As notícias que chegam da América Latina vão destacando cada vez mais a posição do Brasil na vanguarda do atraso quando o assunto é política de drogas. Agora, tomamos outra goleada do Chile, que autorizou o plantio de 6900 pés de maconha, que atenderão a demanda de 4 mil pacientes que sofrem com o câncer, epilepsia e dores crônicas.

chile-cannabis

Esta será a maior plantação legalized de maconha na América Latina. A permissão foi fornecida pelo SAG – Servicio Agrícola Ganadero – com o objetivo de cultivar e colher maconha para fins medicinal. “Isso permitirá avanços na investigação e conhecimento de suas aplicações terapêuticas”, diz um comunicado da Fundação Daya, favorecida com a autorização para cultivo. 

Antes dessa autorização, familiares de pacientes que precisam da maconha já se organizavam no grupo “Mamá Cultiva” e criaram uma rede de distribuição ilegal de maconha para para tratar casos de epilepsia refratária. Aqui no Brasil, a organização desses grupos de ajuda canábica também existe e já ganhou destaque nos principais veículos de comunicação. 

É preciso lembrar que essa brecha facilita apenas o uso da maconha de forma medicinal por instituições autorizadas. A legislação chilena ainda é bem dura e criminaliza quem se aventura a cultivar ou vender esta planta tão poderosa e querida.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina