Fumar Escondido Até Quando?

Caos in Casa

hempadao 23 dezembro, 2013

Então, meu nome é R. e fumo desde os 14. Moro com minha mãe, uma evangélica extremamente conservadora.

Fumei escondido do começo até o final do ano de 2010, quando rodei com os ‘homi’, foi uma bomba, ela nem desconfiava. Chegando em casa conversamos bastante, passei um tempão sem pôr o pé na rua, e depois de várias conversas, fui morar com meu pai (que fuma cannabis as vezes) pensando numa liberdade maior que teria com ele, de fato tive uma liberdade maior, o filho da minha madrasta também morava lá e temos a mesma idade, ele fumava escondido.

 

Resumindo, fumávamos escondidos. Mas minha madrasta achou aqueles boladores, sedas, um pote cheio de bagas e erva no meu guarda-roupas. Voltei a morar com minha mãe depois de 1 ou 2 meses que minha madrasta descobriu e de novo passo mais um tempão sem pôr o pé na rua. Tentei de todos os modos fazer ela enxergar as coisas com outros olhos, porém, sem sucesso. Culpa também de um tio que mora conosco e fuma mas é meio vacilão.

Jurei não fumar mais, ela acreditou, depois disso rodei umas 2 vezes de novo em casa, e isso não ajudou. Nada que eu falava ou mostrava fazia ela mudar o pensamento. Ainda fumo “escondido”(tenho certeza que ela percebe quando chego em casa com os olhos vermelhos e essas coisas) enfim, passando minha experiência.

Paz e bem pra todos vocês.

Relato de um leitor enviado para redacao@hempadao.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina