Fumaça Precoce!

Caos in Casa

hempadao 29 julho, 2014

Fala aí galera do Hempadão, me chamo H., e minha história com a cannabis começou aos 12 anos (sim, precoce). Sempre cresci nos subúrbios e tive muito contato com outras drogas. Fumei meu primeiro beck com 12 anos, mas sempre dava intervalos de tempo muito grandes entre um beck e outro.

Aos 14 anos, peguei meu padrasto fumando um beck com o filho dele, e muito pelo contrário, a reação foi ótima, ele perguntou se eu queria a  bola. Logo juntei a eles, e desde então nós 3 fumamos com frequência juntos, sempre um salvando o outro, todos os dias.

Aos meus 15 anos, minha mãe descobriu que eu fumava, com muito preconceito e mente fechada (o que me surpreendeu, pois meu padrasto disse que a um tempo atrás, os dois fumavam juntos com frequência), hoje em dia ela um pouco mais tranquila em relação a isso, não tão ferrenha como antes.

Hoje, com meu padrasto e o filho dele ainda fumando comigo, luto contra o preconceito e marginalização da maconha, minha mãe ainda não concordando e havendo alguns atritos, hoje ela finge que não vê eu finjo que não faço, mas ela disse que quando eu alcançar minha maioridade poderei fazer o que eu quiser.

Sei que muitos aqui devem passar parecido, e meu conselho, fica aí, não desistam, lutem para vencer esse preconceito, procurem esclarecer, e se puder, plante, não compre.

Relato de um leitor enviado para redacao@hempadao.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina