“Eu fumava sempre…”, diz Erasmo Carlos

Aspilão

hempadao 21 janeiro, 2015

erasmo-carlos

A música Maria Joana é homenagem à maconha. Teve problemas na época que a compôs? – no O Globo
Tive. Eu não podia cantá-la em shows, não podia tocar no rádio. A censura não deixava. Eu a havia escolhido para ser a música de trabalho do disco, mas… Eu tentei driblar os censores, disse que Maria Joana era uma homenagem à filha do Nelson Motta (jornalista e produtor musical) que estava para nascer. A filha dele nasceu, mas se chamou apenas Joana. Eu quis dar uma de malandro, mas não deu.

Erasmo Carlos, sobre a música Maria Joana

É a favor da legalização da maconha?
Sou e não sou. É um assunto que já deveria ter avançado. Veja o caso do Uruguai. Aliás, outro dia eu estava vendo uma entrevista do presidente do Uruguai (José Mujica – ele legalizou a droga no país). Que homem maravilhoso, esclarecido. Sorte dos uruguaios de ter um presidente como ele.

Você ainda fuma?
Eu fumava sempre (risos). Mas agora não…Nem beber mais eu bebo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina