Entretenimento canábico! [Chapa2 Ed. #457]

Chapa2

hempadao 13 dezembro, 2017

Nos últimos tempos a cannabis vem sendo abordada nos meios de comunicação e entretenimento através de filmes, séries, vídeos, entre outros formatos com maior ênfase e menos receio. Desde o precursor Cheech and Chong que obteve grande sucesso na década de 1970 e 1980 fazendo diversos filmes com a temática canábica vários outros artistas engajados na causa surgiram nesse ínterim.

por S. M. Hermes

Nos Estados Unidos conforme a legislação de determinadas regiões a cannabis e seu uso — seja ele medicinal, religioso ou recreacional — já são amplamente aceitos pela sociedade em geral configurando atualmente uma indústria bilionária na área. Fator que possivelmente vem influenciando uma nova corrente mundial que acena favorável em relação a regularização e/ou legalização da erva ou pelo menos busca compreender a situação de maneira mais adequada.

O Grande Lebowski (1998), O Barato de Grace (2000) e Segurando as Pontas (2008) são alguns outros dos clássicos cinematográficos que tem a cannabis como protagonista em suas tramas. Séries de grande sucesso internacional como Friends, Two and a Half Men e How I Met Your Mother abordaram o tema em episódios específicos ao longo de suas temporadas sempre de forma clara e aberta ao público espectador.

Já a sitcom Weeds produzida por Jenji Kohan que teve Mary-Louise Parker como protagonista tem todo o seu universo envolto e focado na cannabis. Weeds teve oito temporadas e talvez tenha sido a série canábica de maior sucesso até então. Atualmente a série Disjointed que é uma produção original do Netflix e tem a sua frente a atriz Kathy Bates trata especificamente do presente cenário californiano relativo a legalização da substância.

No Brasil pelo fato da cannabis ser considerada uma droga ilegal os meios de comunicação ainda carecem de maior variedade nos conteúdos em relação ao tema. Mesmo assim já é possível observar que a grande mídia vem adotando uma nova tratativa canábica, como por exemplo a Rede Globo. Nos últimos anos a emissora vem dando destaque a temática em sua grade através dos programas Globo Repórter, Fantástico, Profissão Repórter, Conversa com Bial, entre outros.

O que é benéfico para a causa no país, pois conforme o tema vai sendo inserido na agenda da mídia a sociedade vai fazendo o mesmo tornando a questão da legalização da cannabis uma pauta social carente de debate e solução a seu respeito. Enquanto isso seguimos nosso caminho sempre buscando extrair o melhor de cada momento convivendo em harmonia dentro de uma sociedade repleta de mazelas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina