Em Havana, FARC propõem regular produção de cultivos ilícitos

Clipadão

hempadao 16 janeiro, 2014

farc

Fonte: Opera Mundi

As FARC (Forças Armadas Revolcuonárias da Colômbia) propuseram nesta terça-feira (14/01), em Havana, a regulação da produção e comercialização de cultivos ilícitos na Colômbia por meio de um programa que proteja econômica e legalmente os agricultores que cultivam coca, papoula e maconha.

"O projeto prevê regular a produção e o mercado (…) com base no reconhecimento das qualidades alimentícias, medicinais, terapêuticas e culturais, assim como definir em cada caso suas possibilidades artesanais e industriais", explicou o guerrilheiro Pablo Catatumbo.

 

Além disso, afirmou "o programa implica na suspensão imediata das fumigações aéreas com agentes químicos e a revisão imediata da atual política criminal do Estado, centrada na perseguição, estigmatização e criminalização dos agricultores", assinalou ainda.

Segundo Catatumbo, o programa deve contar com uma observação internacional feita por representantes do UNODC (Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Delito), da Unasul (União de Nações Sul-Americanas) e da comunidade acadêmica.

A delegação do governo colombiano nas negociações de paz em Havana, liderada por Humberto de la Calle, não fez comentários a respeito.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina