Eduardo Dussek sobre Maconha: “Fumo como se fosse uma brincadeirinha”

Fumosos

hempadao 31 outubro, 2015

Talvez você não conheça esse cara. Mas sua mãe, com certeza! Dussek fez muito sucesso no século passado, com músicas como Aventura e baladas malucas tipo Nostradamus. Muito talento e muitos discos vendidos, sem dúvida, mas o tempo vai passando e o sujeito foi parar na… novela das oito?! Sim… E em entrevista a revista QUEM ele falou que fuma maconha!

O artista contou também que está lutando (com muita alegria) contra a doença de Parkison; leia a entrevista na íntegra aqui. Abaixo a parte sobre drogas:

QUEM:  Tomou antidepressivos?
ED:
Não foi necessário, mas larguei as drogas. Nos anos 80, era comum usá-las. O santo daime me ajudou nesse processo. Tomei uma decisão: ou me divertia na balada ou trabalhava. Não que eu tenha virado careta, mas parei de zoar. Tomei um rumo na vida.

QUEM:  Que drogas você usou?
ED:
As mais comuns da época: maconha, cocaína… Embora eu não considere maconha uma droga. Em excesso, é claro, se torna uma coisa nociva, como álcool e cigarro.

QUEM:  Você ainda faz uso de alguma delas?
ED:
Adoro champanhe! Você pode me ver de porre de champanhe (risos)! Cortei o cigarro. Cocaína, nem pensar. Até porque a de hoje em dia não é a mesma daquela época. Maconha eu fumo como se fosse uma brincadeirinha, uma vez na vida e outra na morte, nunca junto com o trabalho. E sempre em uma meditação, como um remédio. Nunca gratuitamente.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina