Descriminalização do porte de drogas: sonho adiado!

Hemportagem

hempadao 21 agosto, 2015

A última quinta-feira tinha tudo para renovar o fôlego para a próxima tragada de maconheiros de todo Brasil. No dia anterior o STF iniciou um histórico julgamento que pode descriminalizar o porte de drogas no Brasil. Infelizmente o caso teve o desfecho adiado com o pedido de vista (para analisar melhor o assunto) do ministro Luis Fachin. Não existe previsão para o recomeço do julgamento: pode ser 10 dias ou 10 meses.

A Defensoria Pública de São Paulo, responsável por levar o caso ao Supremo, contou com ótima sustentação oral do defensor Rafael Munerati. "A proibição das drogas não protege o usuário. Não há no tratamento punitivo qualquer efeito bom para a sociedade ou para o indivíduo. A porta de entrada para o dependente no Estado não deve ser a polícia, mas alguém que vai conduzi-lo, na tentativa de resolver o seu problema. O tratamento efetivo da dependência reduz o consumo. O dependente não merece o estigma do criminoso e as sanções penais. Livre desse estigma, ele procura soluções para o seu problema, sem o medo da repressão,".

Já sabemos que o placar está 1 x 0 pra nós. O relator do processo, ministro Gilmar Mendes, falou durante 2h, apresentando o parecer favorável a descriminalização. "Criminalizar usuário restringe desnecessariamente a garantia da intimidade, vida privada e da autodeterminação e vai contra princípio da proporcionalidade", disse o Ministro.

Com o julgamento sem data para ser recomeçado, temos a missão de pressionar o ministro Fachin para uma rápida devolução do recurso. Como exemplo ruim de pedido de vistas temos o processo que discute o financiamento empresarial de campanhas eleitorais, que está na gaveta do ministro Gilmar Mendes desde abril de 2014.

Por isso, lançamos a campanha #devolveFachin.

Evento no facebook

Formas de pressão:

Escreva para a Ouvidoria do STF perguntando o prazo que o Ministro Fachin tem para devolver o relatório do processo:

http://www.stf.jus.br/portal/centralDoCidadao/enviarDadoPessoal.asp

Contados do gabinete do ministro Fachin:

Telefone: 61 3217- 4133

Solicitação de audiências e convites:

gabineteedsonfachin@stf.jus.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina