Legaliza que Vira Paraíso, Uruguai!

Hemportagem

hempadao 1 agosto, 2013

Quando a história da legalização da maconha for contada nos livros o Uruguai terá posição de destaque. Afinal, esta pequena e progressista nação ao sul da nossa fronteira tem tudo para ser a primeira do mundo a legalizar a maconha. Depois de quase um ano de debates e audiências públicas o projeto de legalização da cannabis foi votado na Câmara dos Deputados e aprovado por 50 votos a favor e 46 contra.

A base governista do governo Mujica precisou do apoio total da bancada, já que possui apenas a maioria mínima do parlamento para aprovar o projeto. A única dúvida era em relação ao voto do deputado Dario Pérez, que fez um discurso com duras críticas à maconha, mas votou junto com a bancada.

"Eu pensei em todos os pontos de vista desse projeto. A maconha é inimiga do estudante. Do trabalhador. No entanto, com o sem a lei, o uso vai continuar ocorrendo. Esse é um problema de segurança nacional, de combate ao narcotráfico. Se não fizermos nada, nada vai acontecer", disse Dario Pérez.

Agora, o projeto segue para votação no Senado, onde a bancada governista é mais forte e o projeto deve ser aprovado com tranquilidade. Feito isso, restará apenas a assinatura do presidente Mujica para colocar todo ciclo de cultivo, distribuição e comercialização de maconha na legalidade.

Pela lei apresentada cada cidadão uruguaio poderá comprar até 40g de maconha por mês e cultivar até seis pés de maconha por residência. Também existe a possibilidade de criação de cooperativas de cultivo sem fins lucrativos que tenham entre 15 e 45 sócios. O projeto também contempla o uso medicinal e o cultivo do cânhamo, a maconha sem efeito psicoativo, utilizada para produção de tecidos, combustíveis, papel, cosméticos, entre outros.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina