Conselho Federal de Medicina quer impedir uso medicinal do THC

WeedNews

hempadao 27 março, 2016

Na contramão da história e do que está acontecendo em boa parte do planeta, o Conselho Federal de Medicina (CFM) emitiu informe aos 430 mil médicos do país para que desconsiderem a resolução da Anvisa que permitiu a importação e utilização do THC para fins medicinais.

A resolução é um atentado contra tudo que já foi pesquisado e comprovado sobre o uso medicinal da maconha. Segundo o conselho, “não há estudos científicos válidos que comprovem a eficácia e a segurança desses fármacos no tratamento de doenças, sendo que esses critérios devem ser observados com rigor ao discutir sua prescrição e comercialização sob o risco de expor pacientes a efeitos adversos”.

Para piorar, o CFM ainda afirma que vai tomar “todas as medidas cabíveis” para reverter a decisão judicial que obrigou a Anvisa a permitir a importação do THC.

Apesar da tentativa de desqualificar o potencial terapêutico do THC, o CFM destaca no mesmo comunicado que continua valendo a resolução 2113/2014, do próprio CFM, que “determina o uso compassivo do canabidiol (CBD) para o tratamento de epilepsias da criança e do adolescente refratárias aos tratamentos convencionais”.

Infelizmente o CFM parece não se preocupar com a saúde de milhares de pacientes que podem se beneficiar com uso da cannabis, além de punir médicos que ousarem prescrever medicamentos com THC. Agindo desta forma, fica difícil acreditar que estão trabalhando com isenção e sem interferência da indústria farmacêutica.



9 respostas para “Conselho Federal de Medicina quer impedir uso medicinal do THC”

  1. Tyr disse:

    Foda isso ….

  2. Elias disse:

    Cadê a fonte? Noticia sem fonte não tem valor nenhum. Tá com cara de boato isso, não achei essa notícia em nenhum outro lugar.

  3. Legalizaaaaa disse:

    Claro , quanto dinheiro nao pode estar por trás disso? Fraude? Acho q nao o brasil é um pais limpo… Seus ridiculo proibindo a gente de ser auto-sustentável, preferem ver a gente sendo enquadrado com um baseadinho no bolso né? preferem que sustentamos o tráfico. Sai pra lá seus atrasados.

  4. Lucca disse:

    Não existem estudos na área? VAI PRA PUTA QUE PARIU!

    O que deveria ser objeto de estudo é a quantidade ABSURDA de erros médicos primários que ocorrem todo dia nessa porra de país!

  5. jarbas mendes disse:

    Na moral, ja tirei a ilusao de legalizar a erva de Deus no Brasil, essas porra só afundo nosso Brasil, fomos o ultimo pais a abolir a escravidao e vejo q seremos o ultimo a legalizar a erva de Jah

  6. Nicolas disse:

    Galera, acompanho altas materias de voces, sempre concordo com altas coisas, mas sou medico, formado, e ate agora nao recebi nenhum contato do CFM por nenhum dos meus contatos cadastrados no mesmo, banalizando a substancia.
    A unica coisa que eu recebi foi esse pdf, que inclusive esta no site do CFM.
    http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2014/2113_2014.pdf

    abrasss

  7. Arnaldo disse:

    Inacreditável!!

  8. Marco Antônio disse:

    O CFM está preocupado. Preocupado em atender os interesses da indústria químico-farmacêutica.

    • Lucca disse:

      Exatamente, Marco!
      Recebem passagem, hospedagem e mordomias das farmacêuticas para ficarem receitando tratamento em cápsulas ao invés de cura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina