Conheça o projeto Fique Legal!

OnWave

hempadao 13 setembro, 2016

O Brasil tem cada vez mais entrado na rota mundial da Redução de Danos. Por mais que ainda não tenha virado política pública efetivamente, as pessoas já começam a se mobilizar, estudar mais a fundo, e acabam descobrindo que são capazes, por iniciativa própria ou coletiva, de instaurar projetos de informação e ação prática na questão do uso de drogas.

Nesse sentido, o OnWave dessa semana quer apresentar o projeto Fique Legal. Curta a fanpage deles e entenda mais do trabalho, descrito abaixo:

—–

O Projeto Fique Legal de Redução de Riscos e Danos iniciou uma Pesquisa-Ação que pretende catalogar resultados de testes reagentes em festas e festivais de música eletrônica e promover ações informativas e educativas a respeito do tema. Recentemente realizamos uma ação num festival em santa Catarina e agora viemos trazer algumas resultados deste trabalho.
O Projeto Fique Legal aproveita para agradecer o apoio da Green Powerque tem nos concedido toda estrutura para trabalhar incluindo os reagentes #Marquis #Mandelin e #Erlich, usados para realizar a pesquisa-ação.

Abaixo alguns dos resultados da ação neste Festival.

– Foram testados 70 comprimidos de Bala/Ecstasy com 42 formatos\tipos de desenhos diferentes. Desses 70, 60 deram resultado positivo para MDMA/MDE/MDA e 9 reagiram como Metilona e 1 como uma mistura de Metilona com Metanfetamina.

– Dos 16 cristais testados apenas 3 deram resultado positivo para MDMA/MDE/MDA. 10 reagiram como sendo Metilona, ou mistura de Metilona com Anfetamina ou Metanfetamina, 1 reagiu como sendo Ritalina e 2 não apresentaram reação com nenhum dos produtos utilizados para os testes.

– Foram testados 35 Blotters\Papéis de 31 tipos diferentes, dos quais 13 reagiram positivo para LSD e 22 não reagiram. Dos líquidos testados, todos reagiram positivamente para LSD.

– Foram testada ainda 3 amostras de Changa (mistura de ervas com cristais de DMT) e 2 amostras de cogumelos selvagens. As 3 amostras de Change reagiram positivamente para DMT e as amostras de cogumelo reagiram negativamente para psilocibina.

O caso mais curioso foi de um pó branco que a usuária relatou como sendo capaz de produzir efeitos semelhantes ao LSD, porém não reagiu com nenhum dos três tipos de reagentes #Marquis #Mandelin e #Ehrlich.

Todas as pessoas que foram até nosso stand para testar suas substâncias receberam não apenas informação sobre o resultado do teste, mas também foram informados a respeito dos risco e danos do consumo das mesmas e quais as formas de minimizá-los.

Ações que promovem redução de riscos e danos jamais devem ser confundidas com apologia ou incentivo ao uso indevido de drogas, muito pelo contrário, está na esfera de atuação do trabalho informativo e educativo, da prevenção e do emponderamento dos sujeitos, conforme a Lei 11.343 prevê para o tratamento com as pessoas que usam drogas.

Projetos de Redução de Riscos e Danos semelhantes ao Fique Legal já existem no Brasil há mais de 10 anos e se iniciaram com o Coletivo Balance, na Bahia, que promove ações no Universo Paralello Festival e em seguida surgiram diversos outros coletivos como o Balanceara – Redução de Danos (Ceará), Coletivo Lótus de Redução de Danos(Rio Grande do sul), ResPire Redução de Danos(são Paulo) dentre outros. Estes se inspiraram em trabalhos ainda mais antigos que existem em outros países, como o Dancesafe e Energy Control.

——

Sério… sensacional! Parabéns por toda essa gente que há anos dedica a vida a estudar, conhecer, informar e, sobretudo, cuidar… dos usuários de drogas. Trabalho incrível.



Uma resposta para “Conheça o projeto Fique Legal!”

  1. Marijuana Boy disse:

    Imagino esses caras fazendo testes com cocaína kkk!

    Em qualquer amostra nenhuma vai ser pura, nem as importadas do Peru, Bolívia ou Colômbia….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina