Comprar ou não comprar, eis a questão!

Chá das Minas

hempadao 2 maio, 2016

por Nessa Bruxinha .:.

A maconha não paga imposto no Brasil (não diretamente), mas parece que seu valor sobe junto com a inflação. A porra ta cara pra dedéu, e algumas vezes ou você bebe ou você fuma porque as duas drogas não dá pra comprar. Além disso, para uma mulher é difícil comprar o chá. Se você tiver um companheiro tá feita! Nem precisa se preocupar; contribui quando quiser ou achar melhor e não vai precisar fazer o corre. A não ser que ele não goste. Ai estarás em maus lençóis. Se for solteira, geralmente depende dos broders para salvar. Às vezes uma amiga aparece, mas não é tão comum quanto na ala masculina.

Certo dia conversando com uma amiga, ela disse:
– Eu que nunca fui numa boca. – detalhe, como se diz aqui na Bahia, ela não apenas gosta, que se deixar, come com farinha.

Eu respondi:

– Claro né bonita, teu marido é o primeiro a correr atrás.

Mas essa referência não nos isentava do assunto: contribuímos ou não com o tráfico? Não fico feliz com a resposta, pois sei que sim, mesmo quando consigo do broder que conseguiu com outro broder que é broder do que plantou em casa. Na real, não sei a procedência do beck que consumo. Mas tenho certeza que não é de cultivo legal; moramos no Brasil, lembra? Inveja branca alva dos que tem seus pés em casa. Infração por infração… Eu também não vou na boca, nem nunca fui, nem nunca irei. Mas infelizmente, ela vem até mim através de seus aviõezinhos.

Com isso, fico de cara várias vezes, sem problemas diga-se de passagem, mas quando o bicho pega e a vontade é maior que tudo, até a ex já recorri. Ah, gente! Nem todo ex é ruim. E nem precisa ter um revival. Maconheiro que é maconheiro salva o outro sem querer nada em troca. Se rolar é consequência, não causa.

Nos tempos de hoje, com a economia massacrante que estamos vivendo, mãe solteira, responsável por todo o sustento da casa e do filho, tirar uma grana pra comprar a bendita já não é fácil, e ainda assim fazer contatos arriscados, complica mais ainda. Por isso fico dias sem fumar. Sou daquelas que menos bota e mais fuma. Mas quando tenho não meço esforços.

Por essas e outras defendo a descriminalização conjunta com a legalização, em prol do bem estar comum e pessoal. Não sei se ela custaria ainda mais caro do que já é, mas de certeza geraria emprego e renda; diminuição de presos no sistema carcerário, melhor visibilidade do usuário, e tranquilidade no consumo. Eu poderia sair de casa de cabeça erguida, entraria numa lojinha bacana, escolheria que lombra estava afim de sentir, compraria, pagaria e iria para casa linda leve e tranquila com meu beckzinho na sacolinha personalizada da loja, sem medo de olhares estranhos e críticas pelo uso. Parece um sonho né?!

E vocês meninas, tem essa dificuldade?



23 respostas para “Comprar ou não comprar, eis a questão!”

  1. flor de jah disse:

    Alguem aqui em São paulo tem contato com grower? queria muito comprar um verdex bom.. mas to sem contatos :/

  2. Miró disse:

    Po, dahora o texto mesmo! E dahora ver tambem a galera comentando e dando força pra legalização, espero que nao fique só no sonho sair com essa sacolinha da loja!! Abbçç

  3. Anônimo disse:

    Compro sim, contribuo com growers com orgulho, pois obtenho produto de qualidade e faço minha parte rumo à legalização e avanço da erva no BR (qualidade e acessibilidade). Prensado: vergonha nacional, só os usuários podem acabar com essa porcaria, pelo fim da proibição, polícia militar e das bocas de fumo!! Legalize já.

    • Nessa Bruxinha disse:

      É Anônimo, tu és bendito entre poucos por aqui.

      Qualidade e acessibilidade parecem direitos distantes. Mas vamos conseguir! Só não sabemos quando…

  4. Aziad disse:

    Gostei da observação, muitas pessoas consomem a erva vinda do tráfico, seria ótimo ter isso legalizado. Eu particularmente não gosto de comprar em nenhum dos lugares pois nunca sabemos mesmo a procedência e o que estamos realmente fumando, meu sonho é um dia fumar em um país legalizado uma erva de qualidade sem prejudicar a vida de ninguém.

    Abraçs

    • Nessa Bruxinha disse:

      Oi Aziad!!! Parece que o jeito vai ser #partiuholanda kkkkkk

      Como Lucas comentou abaixo, 100% dos usuários não gostam. Ou seja, ninguém gosta, mas compra, e se não compra tem os que leva pra tu, então nesse círculo, não estamos escapos de nossa “inocente” contribuição.

      País legalizado, e livre de preconceito não deveria ser utopia, e sim motivação diária para um país melhor.

  5. EmmHemp disse:

    Pois é. Sendo comparada ao crack, e vendida em bocas de fumo, a Erva tem, lamentavelmente, o seu acesso dificultado a nós estudantes, trabalhadores, profissionais, cidadãos.

  6. Suzy disse:

    Arrasou

  7. Vagaba disse:

    “Maconheiro que é maconheiro salva o outro sem querer nada em troca.”

    Quem me dera que isso fosse verdade…. quem me dera!!! E digo mais, se é maconheira pedindo pra maconheiro, aí caga mais ainda. Sei disso que tenho irmã e minha última ex. também sofria quando pedia pros machos, que queriam sempre algo em troca, principalmente se é bonita. Uma merda.

    • Nessa Bruxinha disse:

      Oi Vagaba!!
      Como eu disse, maconheiro que É maconheiro, não deseja nada em troca, a não ser outro beck quando estiver de cara.

      Maconheiro não é só quem fuma. Maconheiro apreciador da erva como planta, como lazer, como remédio, tem caráter, tem boa índole. Esses ai que você citou não são autênticos maconheiros, são maconherinhos de modinha e verdadeiros interesseiros. Por isso existem maconheiros E maconheiros.

      Mais uma vez, como eu disse, se rolar é consequência. Pensa que não me deparo com esses tipos? Muitos!!! Mas a mina não deve se sentir obrigada a nada, e se ela já sabe que o carinha é desse tipo, melhor ficar de cara, ou beber um litro de vinho, sozinha!

      • DMT disse:

        Pois é, os machos que sabem e a gente vê em festas, inclusive os maconheiros mais roots, de dreads, fornecendo maconha para pegar meninas nas festas. Vocês já devem ter visto isso, ou muitos de vocês fazem isso. Se a mina da um toca, eles cortam a maconha na hora!

        • Nessa Bruxinha disse:

          Infelizmente é algo que acontece, mas não só com a maconha, mas com a bebida também, e outras drogas.

          Não considero essa atitude ligada ao maconheiro. Isso tem mais a ver com a pessoa em si. Ela usa a maconha para tal fim, mas muito provavelmente usaria qualquer outra droga para o mesmo fim.

          A ideia é saber identificar esses tipinhos e dar um belo toco e sair fora.

      • Perdido disse:

        As vezes o cara faz o corre e tem pouco e acaba maiando pra pessoa q pediu, mas é sacanagem já aconteceu cmg, qnd eu tenho pouco eu ofereço se quer quer se não quer deixe pow, mas tráfico é foda não é fácil..

  8. O dia que liberar quero fumar uns 5 de uma vez hahahahahahahaha

    Mto ruim ter que ir comprar… a última vez que fui arrumei confusão, e não vou mais buscar, pagava 2 reais a grama, to pagando 30 agora sem ser prensado…

    Quando liberar vou comprar por quilo hahahahahahaha

    Quanto mais banza melhor XD

    • Nessa Bruxinha disse:

      Tô dizendo que a porra ta cara?!!

      Pois quando liberar vou fumar um atrás do outro o dia inteiro pra comemorar!!! Quantos eu conseguir kkkkkkkk

  9. Lucas disse:

    Curti seu relato, concordo também com sua ideia. Muitas amigas minha recorrem aos amigos para terem acesso á erva…porém possuo amigos que recorrem ás minas para tambem ter acesso a mesma. Infelizmente todas as formas são ilícitas, conversando como todos usuários que conheço percebi que 100% deles têm vontade de comprar sua erva de forma legal, sem ser criticado por ter que ir em lugares ja marcados como ponto de venda de drogas. Assim como eu e você, a maioria dos usuários NÃO gostam de ter que ir em bocas pra comprar seu fumo, correr perigo de levar um enquadro ou começar uma troca de tiro. Não é possível dizer quando isso vai acabar, mas gosto de acreditar que quando eu tiver um filho ele nao precise passar por situações como essa CASO ele venha a usar algum tipo de droga ilícita. Não haverá também o incentivo para tal uso, e sim informações serão passadas.

    • Nessa Bruxinha disse:

      Pois é Lucas. A verdade é que só a fé na crença de que essa hipocrisia um dia acabe é que nos faz continuar lutando por um ideal melhor do que o que vivemos hoje

  10. LittleLay disse:

    Aguardo ansiosa por esta mesma data. Sorte para nós.

  11. Matheus disse:

    Muitoooo bom seu texto!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina