Clonagem – Perpetuando a colheita perfeita!

Cultivo Vital

hempadao 1 dezembro, 2013

por Sergio Vidal

Essa semana vou responder a dúvida de um leitor que enviou a seguinte mensagem:

“Vidal beleza? Tirei uns clones, cortei coloquei num copo com água uns 5 min, depois raspei o talo um pouco e passei no clonex e coloquei no palet, ja desde dia 10/11, porém parece que tão todos mortos, que fazer? Devia ter deixado mais tempo na água, ainda não coloquei pra florir, melhor tirar outras mudas?”

Já falei um pouco sobre clonagem em outro artigo, que pode ser consultado aqui.  Mas acho importante falar sempre um pouco mais, pois sempre há mais o que falar sobre o tema.

Para clonar uma planta é preciso estar atento aos detalhes do procedimento. O primeiro item a ser observado é que os clones devem ser retirados preferencialmente de plantas saudavéis, que mostrem vigor. Isso porque durante alguns dias o galho que será arrancado para se tornar um clone terá que sobreviver por alguns dias sem raízes que lhes supra de nutrientes, ao mesmo tempo que irá destinar boa parte da sua energia para produzir as novas raízes.

 

O segundo item que devemos lembrar é que a seiva da planta corre do caule para os galhos e folhas, num processo contínuo, que não para de ocorrer porque o galho foi cortado para virar clone. Por isso é importante que ao fazer o corte no galho a extremidade seja imediatamente selada com um gel stekplugapropriado, ou o galho seja colocado diretamente na água. Assim evitamos que o ar entre pelo corte e provoque a morte da muda. Após selar o corte, devemos colocar a muda num substrato apropriado para enraizamento, que é formado em sua maior parte por algum material com propriedade de manter o solo aerado, como perlita, vermiculita ou pó de coco. Cada cultivador tem uma receita própria, até porque tudo depende das condições climáticas da estufa e da região onde se está cultivando.

O terceito item que devemos atentar é justamente para o controle climático, citado acima. A umidade é um fator fundamental no sucesso do enraizamento das mudas de cannabis. Para produzir raízes as mudas precisam ser mantidas em ambientes com umidade relativa do ar elevada acima, dos 80%. Só que ao mesmo tempo o substrato no qual elas estão jamais deve ficar totalmente enxarcado. As mudas precisam entender que é necessário buscar a água e produzir raízes para isso.

DSCF0366Outra maneira de controler a umidade para produzir clones é utilizando um compressor de ar e uma vasilha para manter a água, conforme a foto. A ideia é utilizar uma vasilha cheia de água, um compressor de ar para oxigenar a água, e uma tampar com alguns furos, por onde se possa enfiar as partes cortadas dos galhos. Então após alguns dias as raízes irão se desenvolver na água. A água garante que a umidade será sempre alta e o compressor garante que as plantas não irão se afogar nem apodrecer na água.

O quarto item que devemos lembrar é com relação à iluminação. Clones não precisam de energia luminosa com a mesma intensidade e quantidade de plantas adultas e podem ser mantidos em iluminação de fluorescentes, por 18hs ao dia.

O último item que considero fundamental para que se obtenha boas taxas de enraizamento com os clones é a alimentação via foliar, após alguns dias de retirados as mudas das plantas-mãe. Como não têm raízes ainda e precisam de muita energia, especialmente dos nutrientes P e K, os clones devem ser alimentados com o uso de fertilizantes foliares, assim os clones podem se alimentar através das folhas. Só é importante ficar atento à necessidade de utilizar concentrações muito pequenas de fertilizante.

images (15)Mais uma vez espero que tenham gostado do texto e, principalmente, que ele tenha ajudado a esclarecer mais a respeito da natureza da cannabis e do seu cultivo. Enviem suas mensagens, críticas, etc e, principalmente as dúvidas, preferencialmente com fotos, para o e-mail: hempadao@gmail.com

Até semana que vem! namaste!

Consulte outros artigos sobre cultivo: Clique Aqui  e aqui

*Antropólogo, Redutor de Danos e Cidadão Ativista engajado na construção de um Brasil com leis e políticas públicas sobre maconha e outras drogas mais humanas e eficientes.



Uma resposta para “Clonagem – Perpetuando a colheita perfeita!”

  1. Thiago Santos disse:

    Depois d quanto tempo na água o corte da planta fecha? Pode jogar o clone direto na terra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina