Chile já tem 6900 pés de maconha para uso medicinal

Hemportagem

hempadao 20 janeiro, 2016

Já está crescendo a primeira safra de maconha legalized destinada ao uso medicinal no Chile. O cultivo de 6900 pés, que vai atender a demanda de 4 mil pacientes, é realizado a zona rural de Colbún, a 270 quilômetros ao sul de Santiago. 

 

O projeto é tocado pela fundação Daya deve colher 1,5 milhão de toneladas de cannabis entre março e maio, sob a supervisão de funcionários do Serviço Agrícola e Pecuário do governo. A Universidade de Valparaíso e o Instituto do Câncer do Chile também participam do projeto e disponibilizaram especialistas para acompanhar os tratamentos. 

“Esta plantação é uma etapa essencial para a plataforma colaborativa que objetiva desenvolver a maconha medicinal. No Chile, estamos na vanguarda dessa questão porque temos a maior safra na América Latina neste momento,” disse à agência de notícias Reuters Ana Maria Gazmuri, presidente da Fundação Daya. 

Infelizmente essa autorização contempla o cultivo apenas por instituições autorizadas. O paciente que se aventurar na produção da própria maconha ainda pode ser alvo da dura legislação proibicionista chilena. 

No Chile a maconha está classificada como droga ilícita e a pena para porte ou cultivo ilegal vai de cinco a dez anos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina