Cadê os efeitos desastrosos da legalização da maconha?

Hemportagem

hempadao 2 abril, 2015

Com um ano de maconha legalizada no Colorado (EUA) aconteceu o que os defensores da legalização da maconha imaginavam: nada! E vocês, proibicionistas, erraram feio: o consumo não explodiu, não existe legiões de doidões caminhando sem rumo pelas ruas da cidade, ninguém deixou de trabalhar e os maconheiros não estão matando a família para roubar o dinheiro.

XU*5016186

O jornal The Independent conversou com policiais locais, que revelam que nada mudou com a legalização. E mais! O que aconteceu foi um aumento na criação de postos de trabalho. Além disso, os turistas passaram a frequentar os mais de 60 outlets de maconha da região de Denver. “Descobrimos que não houve grandes mudanças”, disse um oficial da polícia local.

O que estaria caindo em Denver seriam os crimes de direção alcoolizada, crimes contra o patrimônio e a violência em geral. Além disso, um relatório revelou que, mesmo após a liberação do consumo, o uso da droga entre jovens ainda é baixo.

Com tudo isso fica cada vez mais difícil para os proibicionistas do Brasil emplacarem uma falácia que mereça uma mínima credibilidade. Mesmo nessa terrinha conservadora já não cola mais dizer que maconha não é remédio. Exemplos internacionais, em países pobres e ricos, indicam que a legalização não aumenta os índices de violência. Uma eventual legalização também não resulta em "explosão" do consumo. Mentir sobre a maconha está cada vez mais difícil.

Mas infelizmente será muito difícil ver ela legalizada nos próximos anos. Quando se trata de manter a hipocrisia a classe política é capaz de enfrentar a ciência, as estatísticas e qualquer realidade que prove o contrário do discurso moralista.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina