Anvisa aprova normas para registro de medicamentos canábicos, mas "esquece" do cultivo!

Hemportagem

hempadao 23 novembro, 2016

Os passos ainda são lentos e limitados, mas a legislação aos poucos começa a superar o atraso no reconhecimento dos valores medicinais da maconha. A Anvisa aprovou os critérios para o uso desses medicamentos.

Com a decisão tomada pela Anvisa, o registro, a produção e a venda de remédios à base de tetrahidrocanabidiol (THC) e de canabidiol (CBD) serão considerados permitidos com venda sob controle especial. A concentração máxima para o THC e o CBD é de 30 g por mililitro.

É preciso citar que o que motivou a alteração foi o processo de registro do medicamento Mevatyl, conhecido em outros países como Sativex, indicado para o tratamento de pacientes adultos com espasticidade moderada a grave devido à esclerose múltipla.

Infelizmente, a Anvisa segue ignorando a possibilidade do cultivo caseiro de maconha para fins medicinais. Desta forma, a maconha medicinal corre o risco de ficar restrita aos produtos oferecidos pela indústria farmacêutica.

Na última semana a família de Margarete Santos conseguiu na justiça do Rio de Janeiro um Habeas Corpus para resguardar o cultivo contra ações da polícia. É ó único caso que temos conhecimento de brasileiros com direito de plantar cannabis sem medo da repressão.



2 respostas para “Anvisa aprova normas para registro de medicamentos canábicos, mas "esquece" do cultivo!”

  1. Dyogo disse:

    Pelo que entendi o fabricante ira manter uma plantação legalizada aqui no Brasil, é um bom avanço!

  2. Diogo disse:

    Ok …..notícia mais importante a odebreth fará delação e os q s favoreçam aprodesam na cadeia principalmente a família do lula…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina