Advogado fala sobre a criação da primeira Maconha Medicinal brasileira!

Aspilão

hempadao 29 setembro, 2016

“Médicos não têm preconceito, o que importa é a pesquisa estruturada, até para poderem entender porque um remédio pode não ir bem. Médicos que tratam dor, por exemplo, têm limitação no arsenal (de tratamentos disponíveis), e cannabis é uma alternativa. Muitos médicos não veem a hora de poder prescrever.”

Caio Abreu, advogado e empresário da Maconha Medicinal
em entrevista à BBC



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina