A ONU e o Velho Papo Furado do Proibicionismo! [Chapa2 #211]

Chapa2

hempadao 12 março, 2013

Começou na última segunda-feira em Viena (Itália) a 56ª Sessão da Comissão de Narcóticos da ONU. Pela 56ª vez a linha política da organização é de reafirmar a importância do proibicionismo e a utopia de construir um mundo totalmente livre das drogas.

 

CNDstory[4]

 

A inversão de valores ficou evidente com a declaração do diretor executivo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc), Yury Fedotov, ao dizer que “as drogas ilícitas e o crime são uma barreira ao Estado de Direito e à democracia e representam uma ameaça clara à estabilidade e à segurança de regiões e ao desenvolvimento econômico e social”.

Da sua confortável sala na bela cidade de Viena o nobre diretor não consegue visualizar o desastre do proibicionismo. No nosso humilde mundo subdesenvolvido a guerra às drogas é responsável direta pela explosão de conflitos armados, pelo aumento da corrupção no sistema policial e judiciário e o encarceramento em massa de centenas de milhares de criminosos não violentos. 

O que representa uma verdadeira ameaça a democracia e ao Estado Direito é a política proibicionista. É ela que colocou na ilegalidade mercadorias tão valiosas que encorajam o homem a matar para garantir o negócio. É ela que apodrece a polícia e a justiça com a corrupção dos homens da lei em todos os níveis hierárquicos. É ela que impede a falta de controle sobre o que é consumido pelos usuários e afasta os dependentes do sistema de saúde.

Mais de mil pessoas vão participar deste encontro da Comissão de Narcóticos. Infelizmente poucos ou ninguém está disposto a levantar a bandeira da legalização como estratégia real de preservação da democracia. Chora, democracia!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina