2014: O Ano da Maconha no Brasil!

WeedNews

hempadao 30 dezembro, 2013

marcha-da-maconha-2O ano que está terminando não foi um ano qualquer. Redescobrimos que ocupando as ruas podemos pressionar a classe política e barrar aquilo que achamos abusivo. O ditado "quem luta, conquista" se mostrou verdadeiro e inspirador para os milhões que ocuparam as ruas em junho.

Pouco antes, no mês de maio, milhares de defensores da legalização estavam nas ruas de 42 cidades do país defendendo a causa canábica. Na verdade estamos nas ruas desde de 2002, quando a primeira Marcha da Maconha foi realizada no Rio de Janeiro. Neste período o movimento só cresceu e se espalhou por cidades de todas as regiões do Brasil.

Somos derrotados por não conseguir mudar a lei com mais de 10 anos de manifestações? Lógico que não. As bombas da avenida Paulista em 2011 e vitória no STF são provas do crescimento da nossa bandeira. Muitos que tratavam a Marcha como um "ato de doidões" agora olham a causa com mais respeito e aceitam o debate.

No Uruguai foi assim. O grande Mujica não foi um raio no céu azul que apareceu do nada defendendo a legalização. Seu discurso sobre o fracasso da guerra às drogas está alinhado com as vozes do movimento antiproibicionista que vem fazendo esse alerta há anos. Bastou chegar um presidente com consciência e disposição política para enfrentar a força conservadora (inclusive da opinião pública) que a proibição começou a ser desmontada.

Até os mais otimistas apostam que o Brasil ainda está longe de legalizar a maconha. Mas os otimistas também sabem que o melhor caminho para esta mudança está nas ruas. Não bastar protestar no facebook. Muita gente, lutando por diversas questões, estará nas ruas em 2014. A nossa bandeira verde e com a folha mundialmente conhecida também precisa ser levantada, com milhões gritando em sua defesa.

Por um 2014 de muito enGANJAmento para todos nós.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina